Arquivos anuais: 2016


  Defina aquela sensação quase que primitiva que dá ao assistir aqueles 30 segundos de vídeo que terminam em um irresistível Cheesecake de Oreo.   Será que é possível expressar em palavras aquela sensação de “borboletas no estômago”? E aquela outra que mais parece um “nó na garganta”? E “aquilo” que te impulsiona e te dá coragem pra falar com aquela pessoa, tomar aquela decisão e aceitar aquele pedido? Ou “essa sensação inexplicável” que “você não consegue explicar” mas que […]

O que será que te dá?


  O que o ser humano é capaz de fazer quando lhe resta somente o medo?   Aviso¹: Esse texto contém SPOILERS Aviso²: Essa é mais uma das possíveis leituras sobre o filme. Esse é um filme pra sair da zona de conforto, um exemplo clássico de horror psicológico. Nova Inglaterra, meados de 1630. Uma família se vê obrigada a abandonar a comunidade onde vivem. O pai William (Ralph Ineson), a mãe Katherine (Kate Dickie), a adolescente Thomasin (Anya Taylor-Joy), […]

A autodestruição familiar no filme A Bruxa